Documentação e itens obrigatórios

novidades

Esta seção tem como objetivo prestar um auxílio a todos que estejam pesquisando sobre os requisitos necessários para realizar sua própria viagem de carro pelos países da América do Sul. Lembre-se que, muitas vezes, estas exigências variam de acordo com a intenção, boa ou não, e interpretação dos policiais e agentes de fiscalização. Estamos sempre pesquisando e atualizando estas informações, conforme mudanças na legislação e experiência prática durante as viagens.

As tabelas a seguir apresentam de forma resumida toda a documentação e itens exigidos e recomendados, para o carro e passageiros, em uma viagem para o Uruguai (URY), Argentina (ARG), Chile (CHL), Paraguai (PRY) Bolívia (BOL) e Peru (PER). Há um link para cada um destes itens, onde os mesmos são explicados em detalhes.

Obrigatório

Item

País

URY

ARG

CHL

PRY

BOL

PER

Cinto de segurança

X

X

X

X

X

X

Extintor de incêndio

X

X

X

X

X

X

Cadeirinhas e assento de elevação para crianças, conforme a idade

X

X

X

X

X

X

Seguro carta verde

X

X

X

X

Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV)

X

X

X

X

X

X

Autorização para tráfego de veículo fora do território nacional (autenticado em cartório e legalizado no Ministério das Relações Exteriores – MRE/Itamaraty) – caso o carro seja de empresa, emprestado ou financiado por leasing

X

Autorização para tráfego de veículo fora do território nacional (autenticado em cartório e legalizado no consulado chileno e uruguaio) – caso o carro seja de empresa, emprestado, financiado por leasing, consórcio ou CDC

X

_

X

?

?

Autorização para tráfego de veículo fora do território nacional: declaração consular da Embaixada do Peru – caso o carro seja de empresa, emprestado, financiado por leasing, consórcio ou CDC

X

Cadenas (caso for trafegar em pistas com neve)

X

X

X

X

Cambão ou cabo de aço

X

Triângulo adicional

X

X

Kit de primeiros socorros

X

X

Apoios de cabeças também nos bancos traseiros

X

?

?

Carteira de Identidade (RG) ou passaporte

X

X

X

X

X

X

Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

X

X

X

X

X

X

Permissão Internacional para Dirigir (PID)

X

X

Nota fiscal de bens importados comprados legalmente no Brasil

X

X

X

X

X

X

Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia – CIVP (carteira de vacinação fornecida pela ANVISA)

X

X

X

Pase Diario Único (PDU) – cobrança automatizada de pedágios nas autopistas de Santiago/Chile

X

SOAP/SOAPEX – Seguro obrigatório para veículos de placa estrangeira que circulem no Chile
ou
Extensão de perímetro do seguro do carro
ou
Carta verde que inclua o Chile

X

SOAT – Seguro Obligatorio de Accidentes de Tránsito – Seguro obrigatório para veículos de placa estrangeira que circulem no Peru
ou
Extensão de perímetro do seguro do carro
ou
Carta verde que inclua o Peru

X

Recomendado

Item

URY

ARG

CHL

PRY

BOL

PER

Extensão de perímetro do seguro do carro

X

X

X

Cadenas líquidas

X

X

X

X

Requisitos que são apenas lendas: lençol branco (mortalha/saco plástico), fósforos, 2 rodas reservas

Legenda:

X Item obrigatório
– Item não obrigatório
? – Não sabemos informar

Importante: todos os documentos devem ser originais.

DESNECESSÁRIO:

Lençol branco (mortalha/saco plástico), fósforos, 2 rodas reserva
Existe uma lenda em relação a exigência destes itens na Argentina. A verdade é que eles não são obrigatórios. O que acontece é que a alguns policiais  argentinos corruptos inventam exigências absurdas como esta para obter propina. Click aqui obter mais informações sobre a corrupção da polícia argentina.

Comentários:

  • Viajando de carro pelo Brasil, Uruguai, Argentina e Chile – Junho de 2009
    Obviamente que é difícil adivinhar o que a polícia corrupta irá inventar para ganhar uns trocados, e para isto eles são bem criativos. Sorte nossa que não tivemos nenhum problema com a polícia da Argentina, que não nos pediram nem para ver a grande maioria dos itens que realmente são obrigatórios. Nunca nos pediram para ver o nenhum item além do RG, CNH e CRLV.

ACESSÓRIOS PROIBIDOS NO CARRO:

Na Argentina é proibido o uso de acessórios não-originais no carro, como o engate para reboque (sem reboque, é claro) e quebra-mato (ou mata-cachorro: grade de proteção dianteira, comum em pick-ups).

Os faróis auxiliares devem ser AMARELOS (ou estarem cobertos por um plástico ou similar).

Contribuição de Ismael Matos Meira:
Sobre o quebra-mato e engate, a proibição está na legislação de trânsito argentina, artigo 48, inciso “Y”, lei 24.449/1994:
“y) Circular con vehículos que posean defensas delanteras y/o traseras, enganches sobresalientes, o cualquier otro elemento que, excediendo los límites de los paragolpes o laterales de la carrocería, pueden ser potencialmente peligrosos para el resto de los usuarios de la vía pública.”
Ou seja, como o quebra-mato excede o pára-choque do veículo, você poderá multado por esta irregularidade.

No Chile, segundo sua lei de trânsito, é proibido o uso de insulfilm em qualquer tipo de veículo.

Comentários: apesar da proibição do uso de insulfilm no Chile, em todas nossas viagens que fizemos para lá não tivemos problemas (levem em consideração que o insulfilm que temos em nosso carro não é muito escuro). Mas lei é lei, o interessante é não usar para evitar contratempos com a polícia chilena.

 

USO DE VEÍCULOS ALUGADOS POR CIDADÃOS DO MERCOSUL EM OUTROS ESTADOS PARTE*:

Para circular em outro país do Mercosul com um veículo alugado no Brasil ou em outro estado parte*, o cidadão do Mercosul necessita da seguinte documentação:

• Carteira de Identidade (RG) ou passaporte;

• Carteira Nacional de Habilitação (CNH);

• Documento que o qualifica como turista emitido pela autoridade migratória (tarjeta migratoria: cartão de migração recebido ao entrar no país);

• Autorização para Circulação no Mercosul (ACM): documento emitido pela empresa locadora de veículos, no qual constam os dados principais do contrato de locação do veículo, assim como os referentes a sua identificação e seguro. A vigência da ACM não poderá, em nenhum caso, superar os 90 dias contados a partir de sua emissão.

* Observação: os estados parte do Mercosul sã0: Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

ATENÇÃO AO VIAJAR DE CARRO A BOLÍVIA:

O Consulado-Geral do Brasil em Santa Cruz recebe com frequência cidadãos brasileiros que solicitam auxílio para a liberação de veículos com placa brasileira que entram em território boliviano pela rodovia de Puerto Suárez a Santa Cruz de la Sierra. Os carros são detidos com a alegação de que os veículos não tinham permissão para trafegar na Bolívia.

Os condutores que têm seus veículos brasileiros apreendidos sempre alegam que, ao entrar no território boliviano, não encontraram autoridades da Aduana Nacional de Bolivia na fronteira, as únicas habilitadas a emitir a respectiva permissão para o veículo. As únicas autoridades bolivianas aí presentes, da Dirección Nacional de Migraciones e da Policía Nacional, dizem que não há necessidade de tal documento e que os brasileiros podem circular livremente até a cidade de Santa Cruz de la Sierra, onde devem solicitar no escritório da Aduana Nacional de Bolivia a permissão para trafegar por todos os território boliviano. Segundo os condutores brasileiros, os postos policiais do trajeto Puerto Suárez – Santa Cruz permitem a passagem do carro sem esse documento, desde que o condutor pague “certas taxas”. Informam que, em Santa Cruz, o problema poderá ser resolvido.

Ao chegar a Santa Cruz, o veículo é retidos sob a acusação de entrada ilegal no país, embora os condutores tenham sido informados do contrário.

A pena para tráfego de automóvel com placa estrangeira sem permissão da Aduana Nacional de Bolivia é o perdimento do veículo, isto é, seu confisco, sem indenização pelo governo boliviano. A medida é prevista em lei, e o Consulado do Brasil não pode impedir que a Aduana aplique essa penalidade.

PROCEDIMENTO A ADOTAR:
O turista brasileiro pode trafegar com o seu veículo , sem necessidade da Declaración Jurada, até a cidade de San José de Chiquitos, a 365 km da fronteira.
Caso tenha a intenção de ir além daquela cidade, necessitará tomar as seguintes providências ainda no momento de cruzar a fronteira:

De posse do original e cópia da Carteira de Identidade ou Passaporte brasileiros, deverá dirigir-se ao posto da Dirección Nacional de Migraciones, onde preencherá o formulário de entrada na Bolívia;
De posse do formulário, deverá dirigir-se ao posto da Aduana Nacional de Bolivia, munido dos originais e fotocópias da Carteira de Identidade ou passaporte brasileiros e do documento de propriedade do veículo. Será emitida a Declaración Jurada de Ingreso y Salida de Vehículo de Uso Privado para Turismo.

Todo o trâmite será de forma gratuíta.
IMPORTANTE! O VEÍCULO DEVERÁ SER DE PROPRIEDADE DO CONDUTOR.
Ao entrar no país, o condutor deverá solicitar na Aduana Nacional de Bolivia o documento Declaración Jurada de Ingreso y Salida de Vehículos de Uso Privado para Turismo. A emissão de autorização de ingresso de veículos turísticos no território boliviano é atribuição exclusiva da Aduana Nacional de Bolivia. A emissão de qualquer outra autorização, como a Orden de Traslado emitida pela Unidade Operativa de Trânsito de Puerto Suárez, não será tomada em conta como documento oficial de autorização de entrada na Bolívia. Essa situação ocasionará o confisco de veículos turísticos que descumpram a normativa.

LINKS ÚTEIS:

[blog count=”50″ cat=”181″]

Carteira de motorista internacional

404 respostas a Documentação e itens obrigatórios

  1. alexandre disse:

    ATENÇÃO…LINK COM ERRO

    Documentação necessária para o veículo brasileiro transitar no Peru

    http://www.embperu.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=90&Itemid=82

    ERRO

    HTTP Error 404.0 – Not Found
    The resource you are looking for has been removed, had its name changed, or is temporarily unavailable.

    • Rosângela Souza disse:

      Olá Alexandre!
      Obrigada por informar, mas o site da Embaixada do Peru no Brasil está em manutenção e por isso não conseguimos atualizar o link.

      Grande abraço,
      Rosângela, Alexandre, Felipe e Isabela.

  2. Líniker disse:

    Bom dia!
    Em relação aos famosos subornos a policia, isto procede?
    Falaram-me que é comum ter de levar uns R$2000,00 pra este fim!

  3. Adriano disse:

    Olá,
    Vou para o Uruguai. Meu carro está no meu nome, porém pago um financiamento e o documento possui esta restrição no campo obervações: AL FID. É necessário algum tipo de autorização, além da carta verde?

    • alexandre disse:

      ola…

      olha….sempre é bom ir preparado e com todos os documento em dia. to indo pra o Canadá ano que vem e sei que la nao precisa de visto de entrada mas mesmo assim vou providenciar.
      nada a mais e demais….melhor ir com tudo de cima….
      na duvida consulto seu corretor que ele vai lhe orientar como conseguir a documentação.
      boa sorte…

  4. Jr disse:

    Boa noite. Primeiro quero parabenizar a equipe pelo ótimo trabalho que estao fazendo com o site. Tenho um pergunta. Vivo/ tenho visto de estudante na Bolivia, como funciona o ingresso/permanencia no pais da Bolivia com carro de placa brasileira. Uma vez que as autoridades bolivianas alegam que é proibida a entrada no pais de carro com o visa de estudante. Obrigado

Os comentários estão encerrados.