Dia 28 (17/01/15) Arica/Chile –> Iquique/Chile

Hoje, antes de pegar a estrada rumo a Iquique, tomamos o nosso café da manhã e saímos para curtir uma praia. Passeamos pela orla, na avenida beira mar, e fomos até a praia Lisera. Essa é uma das praias de Arica e estava bem movimentada. A maioria dos seus frequentadores eram famílias com crianças. A praia é super tranquila, com água bem calma, e propícia para o banho das crianças. No entanto a água é fria, como costuma ser a temperatura das águas do Pacífico.

As crianças aproveitaram para brincar na areia na beira da praia e até se molharam um pouco. Não tínhamos muito tempo e por isso não íamos tomar banho de mar, especialmente por não curtirmos a água fria. Mas, as crianças acabaram entrando um pouquinho e se sujaram bastante na areia.

Depois de brincar estavam prontas para um banho de chuveiro. Felizmente, nessa praia há banheiros públicos com várias duchas para tirar a areia ou até mesmo tomar um banho, pois é um ambiente fechado onde há também sanitários e pias para uso gratuito da população.

Após almoçar rumamos em direção a Iquique, que fica distante 307km de Arica. O caminho em direção a Iquique é feito todo por meio da RN5. A estrada cruza o deserto e estava toda em bom estado. Neste trecho há belas paisagens desérticas que nos proporcionou tirar belas fotos e apreciar a paisagem. Não há praças de pedágio nesse trecho.

Chegamos em Iquique e passamos pela grande duna bem característica da cidade. Lá do alto, as paisagens da praia e do oceano pacífico são lindas!! Logo após a nossa chegada fomos procurar a hospedagem que havíamos reservado por meio do Booking. Reservamos o Iquique Beachfront que fica a 50m da praia. A localização é ótima e também gostamos muito da hospedagem, que oferece estacionamento (apenas uma vaga), wi-fi e café da manhã. O quarto que ficamos é próprio para família, bem amplo com banheiro privativo e possibilidade de acomodar até seis pessoas. Além disso, o local é aconchegante, limpo e o ambiente familiar.

A família que administra mora no local e foi bem receptiva nos fornecendo todas as dicas que solicitamos sobre a cidade. Logo que chegamos a garagem estava ocupada. Neste caso, tivemos que aguardar a mesma ser desocupada.

Algo que nos chamou atenção é que a cidade parece ser bastante insegura. O dono da hospedagem pediu várias vezes para não deixarmos nada de valor dentro do carro e, se possível, nenhum outro pertence que pudesse chamar atenção de ladrões, reduzindo assim o risco do carro ser arrombado. Após nos acomodarmos fomos passear na avenida beira mar. O dia estava muito bom e com a temperatura agradável. Passeamos pelo calçadão e depois de jantarmos retornamos para o hotel.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *