Dia 16 (24/02/14) – Puerto Varas/Chile – Vulcão Osorno

Rumo ao vulcão!

Hoje fomos até a base do Vulcão Osorno, localizado no Parque Nacional Vicente Perez Rosalez. O Osorno possui 2652m de altitude e sua base está a 1240m. No inverno (e parte da primavera), no local, funciona o Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno. O centro conta com 12 pistas de diferentes níveis de dificuldade.

Onde estamos: Puerto Varas/Chile

Onde estamos: Puerto Varas/Chile

Para chegar lá, partindo de Puerto Varas, segue-se pela 225-CH. Depois pega-se a U-99-V e então a V-555. Todo o percurso é asfaltado, em um total de 60km.

A bela vista do Lago LLanquihue nos acompanhou em todo o percurso. Durante o caminho, que leva até a base do vulcão, é possível parar em alguns mirantes e admirar a paisagem.

A ruta V-555, que leva a base do vulcão, é bem íngreme. Em seus 12km de extensão sobe-se cerca de 1100m, atravessando-se um lindo bosque. Tanto a subida, quanto a descida, deve ser feita com muita atenção. Em nenhuma de nossas viagens pegamos uma estrada tão íngrime quanto esta. Os últimos 2km (em zigue-zague), chegando a base do vulcão, são os mais íngrimes. De qualquer forma, nosso carro 1.0 enfrentou bem o desafio.

Ruta 225-CH (em manutenção) margeando o Lago LLanquihue

Ruta 225-CH (em manutenção) margeando o Lago LLanquihue

Lago LLanquihue e o belo Vulcão Osorno

Lago LLanquihue e o belo Vulcão Osorno

Parada para abastecer a Isabela :)

Parada para abastecer a Isabela 🙂

Felipe, o Lago LLanquihue e o Vulcão Osorno

Felipe, o Lago LLanquihue e o Vulcão Osorno

Viagem em família

Viagem em família

Rumo ao vulcão!

Rumo ao vulcão!

Subindo o Vulcão Osorno: de Puerto Varas a base do vulcão é tudo asfaltado

Subindo o Vulcão Osorno: de Puerto Varas a base do vulcão é tudo asfaltado

Da base do vulcão a vista que se tem dá uma ideia da imensidão do lago que se perde no infinito do horizonte. É realmente um cenário magnífico da natureza. Nesse local há um restaurante, banheiros e também é possível subir de teleférico e fazer outros tipos de atividades, como trilhas, por exemplo.

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Teleférico do Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Teleférico do Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Estacionamento do Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

Estacionamento do Centro de Ski y Montaña Volcán Osorno

A subida ao teleférico se dá em dois níveis, podendo-se optar em fazer somente um ou os dois níveis. Nós acabamos optando por não subir, mas acreditamos que a subida nos dois níveis valha a pena o investimento, que custa em torno de R$60,00 por pessoa. A subida somente ao primeiro nível (em torno de R$40,00), de acordo com as fotos que vimos na internet, parece não compensar muito.

O Alexandre fez duas pequenas trilhas que saem da base do vulcão e vão até o primeiro nível do teleférico. O percurso é bem tranquilo, mas foram necessárias algumas paradas para descansar. Ele subiu por uma trilha e desceu pela outra.

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Trilha no Vulcão Osorno

Depois do passeio ao vulcão, voltamos ao hotel, retornando pelo mesmo caminho. Na descida deve-se ter o dobro de atenção e usar o freio motor, percorrendo toda a ruta V-55 com bastante paciência. Qualquer falha nos freios, como o seu sobreaquecimento, pode causar um acidente bem grave. Na época que esse trecho não era asfaltado, estes 12km deveriam ser muito complicados.

Muitos dos motoristas fazem a descida de qualquer jeito, confiando totalmente nos freios (e na sorte).

Descendo o vulcão

Descendo o vulcão

Aproveitamos que nosso hostel (Compass del Sur) tinha uma cozinha muito bem equipada, passamos no supermercado Jumbo e compramos os alimentos necessários para fazer nosso jantar. Nossa! Como sentimos falta da comida de casa. Fizemos um fricassê de frango, ovo, arroz e salada. O prato ficou delicioso!

A cozinha é limpa e organizada. Há a disposição dos hospedes óleo, sal e temperos não havendo necessidade de comprar estes alimentos para cozinhar. Para a utilização da cozinha há um horário específico para não interferir no processo de trabalho das funcionárias que preparam o café da manhã.

 

Procurando onde se hospedar em Puerto Varas? Clique no logo abaixo e efetue a sua reserva!

 

booking

Encontre o Viajando de Carro nas redes sociais.

Curta a Fanpage do Viajando de Carro no Facebook e acompanhe as notícias sobre todas as viagens que realizamos de carro.

Nos siga no Instagram @blogviajandodecarro e curta as fotografias que tiramos durante as nossas viagens.

Veja as nossas fotografias no Flickr.

Nos acompanhe no Twiter: @viajedecarro.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *