Dia 03 (24/12/14) – Presidencia Roque Saenz Peña/Argentina –> Maimará/Argentina

Hoje o nosso destino foi até Maimará na Quebrada de Humahuaca. Acordamos cedo, arrumamos a nossa bagagem e seguimos viagem. O hotel serviu café da manhã bem simples com algumas medialunas, café, chá e leite, porém optamos por não tomar. Queríamos logo sair logo daquele hotel.

Nosso roteiro foi: Presidencia Roque Saenz Peña->(RN16)->Pampa del Infierno->Joaquin V Gonzales->El Galpón->(RN9/34)->(RN34)->Guemes->Pampa Blanca->(RN66)->Gobernador Horacio Guzman->(RN9)->San Salvador de Jujuy->Volcan->Maimará. Percorremos 768km neste dia.

O clima no dia de hoje esquentou muito e o ar condicionado do carro foi de grande utilidade para amenizar o calor.

Durante a viagem paramos para abastecer em Monte Quemado. Havia uma fila relativamente grande para abastecer. Não sabemos se foi por falta de combustível naquela região. A princípio, nesta ocasião, não há falta de combustíveis na Argentina e estamos conseguindo abastecer em todas as cidades. O preço do litro da gasolina até o momento tem variado entre 13,19 e 16,30 pesos argentinos, o que na cotação atual corresponde a 4,16 e 5,14 reais respectivamente. Desta forma, podemos observar como está caro o combustível na Argentina.

Em Monte Quemado aproveitamos para comer uns sanduíches de milanesa que compramos na lancheria Kiosco ao lado do posto. Não estávamos levando muita fé, mas os sanduíches estavam deliciosos.

DSC_8497

Fila para abastecer em Monte Quemado

DSC_8494

Fila de motos para abastecer em Monte Quemado

IMG_5608

Uma sombrinha para fazer o nosso lanche. O calor estava intenso

A viagem foi bem tranquila. As crianças estão bem adaptadas a rotina da viagem e praticamente não incomodaram nada. A Isabela dorme boa parte do tempo e, quando está acordada, viaja bem tranquila, brinca com o seus brinquedinhos. Quando ela começa a ficar entediada paramos um pouco ou colocamos algum vídeo no iPad.

O Felipe está se comportando muito bem e adorando a aventura. Nesta viagem ele deixou o iPad (seu companheiro inseparável) meio de lado e o que tem mais o distraído são as revistinhas de colorir e de atividades. Assim como na viagem anterior, ele não fica entediado ou ansioso para chegar. Até o momento os nossos pequenos viajantes estão se comportando muito bem.

IMG_5572

Felipe se distraindo

IMG_5584

Isabela brincando

Após Monte Quemado há 42km de estrada (RN16) em péssimas condições. Boa parte dele tivemos que andar em 1ª e 2ª marchas. Depois deste trecho, segue-se por mais 60km com a ruta em uma condição um pouco melhor, mas ainda há muitos buracos. Depois disso, até o encontro com a ruta 9/34, as condições da estrada melhoram. Há baixo movimento de veículos de Saenz Peña até o encontro com a ruta 9/34.

Esta última rodovia é duplicada e está em boas condições e com maior movimento de veículos. Há um pedágio próximo a Salta, onde pagamos PA$6,00.

Em função das péssimas condições da ruta 16, encontramos uma pick-up com o pneu completamente destruído (pelo estado que ficou, ele já não devia estar em boas condições). Era uma família viajando em duas camionetes (por incrível que pareça, nenhuma das duas estava equipada com macaco).

Eles nos pararam para ajudá-los, pedindo nosso macaco emprestado. Nós prontamente nos colocamos a disposição em ajudar mas, para isso tivemos que descarregar todo o nosso porta-malas (que estava lotadíssimo) para acessar o macaco que estava junto com o estepe. No entanto, o nosso macaco era o original do carro e, por funcionar por manivela, eles não conseguiram levantar a camionete. O pneu que estava furado era o traseiro, portanto era necessário levantar a picape pela mola, e não havia uma posição que permitisse a instalação do macaco de maneira que fosse possível girar sua manivela. Felizmente, logo em seguida, parou um outro veículo com um macaco hidráulico.

O calor estava insuportável, típico desta região. Ficamos uns 30 minutos parados para ajudar esta família, todo o tempo com o carro ligado para manter as crianças no ar condicionado (que só conseguia refrescá-las). Guardamos novamente todas as nossas malas e seguimos viagem.

IMG_5596

Condições precárias da RN16

IMG_5593

Condições precárias da RN16

IMG_5599

Pneu estourado de um viajante na RN16

DCIM100GOPRO

Ruta 9/34

DSC_8500

Ruta 9/34

DSC_8501

Ruta 9/34

Chegando em Maimará fomos procurar a hospedagem que havíamos reservado previamente pelo Booking.com. Reservamos a pousada La Estancia, porém a anfitriã não estaria a disposição para nos receber na véspera de Natal. Desta forma, ficou combinado que teríamos que fazer contato com a mãe dela, que mora bem próximo da hospedagem, para pegar a chave. Demoramos um pouco, mas foi bem tranquilo encontrar o local. Gostamos muito da La Estancia, que possui acomodações estilo cabanas bem rústicas. O local tem uma bela arquitetura, é bem decorado e limpo. Possui roupa de cama e banho, mesa com cadeiras, pia, chaleira elétrica, uma garrafa térmica com água fresca, utensílios para café e chá. É servido café da manhã na cabana com torradas, bolo, geleias, mateiga, leite, chá e café. Há aquecimento e estacionamento, além de uma bela vista das montanhas. O local é muito agradável e o atendimento das anfitriãs é muito atencioso e cordial. No entanto, tem que ir preparado para se desconectar do mundo, pois não há TV nem wi-fi disponível.

Após nos acomodarmos fomos dar uma volta para comer alguma coisa e aproveitamos para apreciar as festividades de Natal da região.

Em relação ao clima, na Quebrada de Humahuaca, faz muito calor durante o dia e muito frio durante a noite. Desta forma, é preciso ser prevenido ao visitar a região durante o verão devido esta brusca variação da temperatura. No entanto, para o frio da noite uma jaqueta e calça é suficiente. Nas crianças colocamos capuz e toucas para diminuir a probabilidade de pegarem frio e adoecerem durante a viagem.

 

Mais algumas informações durante o trecho percorrido no dia de hoje.

Há hotel e posto de combustíveis em Taco Pozo.

Há um posto em Pampa de Los Guanacos.

Em Monte Quemado há um bom hotel (junto a ruta 16) e postos de combustíveis.

Em El Quebrachal e Joaquim V. Gonzales há uma boa infraestrutura. Tem posto de combustíveis, hospedagem e restaurantes, além de um rica pracinha para as crianças.

Em El Galpón há posto de combustíveis.

 

Procurando onde se hospedar em Maimará? Clique no logo abaixo e efetue a sua reserva!

 

 

Tem interesse em efetuar uma reserva? Antes de reservar a sua hospedagem utilize os links do Booking do nosso blog ou fanpage e colabore conosco! Não há nenhum acréscimo de valor e nós ganhamos uma pequena comissão por cada reserva efetuada que irá auxiliar na manutenção do nosso blog.

 

Encontre o Viajando de Carro nas redes sociais.

Curta a Fanpage do Viajando de Carro no Facebook e acompanhe as notícias sobre todas as viagens que realizamos de carro.

Nos siga no Instagram @blogviajandodecarro e curta as fotografias que tiramos durante as nossas viagens.

Veja as nossas fotografias no Flickr.

Nos acompanhe no Twiter: @viajedecarro.

Dia 01 (22/12/14) – Pelotas/RS/Brasil –> Santiago/RS/Brasil

Hoje estamos dando início a nossa viagem de carro até a Bolívia e Peru, passando pela Argentina, Chile e Uruguai. Assim como a viagem até a Ushuaia, esta faz parte de um grande sonho que temos já há bastante tempo e que estamos tendo oportunidade de realizar agora.

Para a realização desta viagem o planejamento foi mais complexo pois, como prioridade, tivemos que levar em consideração a duração de cada deslocamento e não a distância.  Como boa parte dos trechos dentro da Bolívia são acima dos 3000m de altitude e alguns percursos atravessam serras e a Cordilheira dos Andes, não se pode levar em consideração apenas as distâncias ao montar o roteiro. Outra dificuldade é que na internet existem poucas informações sobre as condições das estradas na Bolívia e Peru.

Portanto dessa vez tínhamos grandes desafios: criar um roteiro que permitisse uma boa aclimatação a altitude, descobrir toda a documentação necessária, contratar os seguros necessários para o carro e descobrir qual a melhor rota, evitando assim estradas ruins.

DCIM100GOPRO

Em relação a altitude, criamos um plano de aclimatação que permitisse irmos aumentando a altitude aos poucos, pois estávamos preocupados com a adaptação das crianças. O Felipe está agora com 4 anos e a Isabela com 1 ano e 3 meses. Nosso plano de aclimatação ficou assim:

Dia 3: Maimará/ARG – altitude: 2390m

Dia 4: Humahuaca/ARG – altitude: 3012m

Dia 5: Villazón/BOL – altitude: 3407m

Dia 6: Potosí/BOL – altitude: 3967m

Dia 7: La Paz/BOL – altitude: 3640m

Quanto as crianças, o Felipe vai para a sua quarta viagem de carro e está super entusiasmado, pois envolvemos ele durante todo o planejamento, falando sobre os lugares que iremos visitar e, em geral, sobre tudo relacionado a viagem.

A Isabela vai para a sua segunda viagem. Ela tem uma personalidade super tranquila e já esta adaptada as aventuras da família. Acreditamos que novamente ela vá se comportar bem durante a viagem.  Como ela está completando 1 ano e 3 meses, trocamos o bebê conforto por uma cadeira automotiva. Escolhemos a Burigotto Múltipla que vai de 9 a 36Kg. A princípio ela iria ficar com a cadeira do Felipe, que é  a Burigotto Neo Matrix que vai de zero a 25Kg. Mas, optamos por deixar a Isabela na Múltipla para futuramente fazer a troca das cadeiras conforme a necessidade, já que a Múltipla é própria para crianças maiores.

DCIM100GOPRO

Depois de muito pesquisar e consultar diversas seguradoras e corretores de seguro, não conseguimos realizar a extensão de perímetro para a Bolívia e Peru.  Desta forma, fizemos a extensão de perímetro somente para o Chile por meio da seguradora Mapfre. A carta verde foi feita pela HDI, que além de cobrir os países do Mercosul, possui cobertura também para o Chile. Durante a viagem, quando chegarmos aos respectivos países, faremos o SOAT para o Peru e Bolívia que é o seguro contra danos corporais à terceiros.

Em função desta indisponibilidade da cobertura do seguro do carro em todos os países, optamos por viajar novamente com o nosso Prisma Maxx 1.4 2007. Ele está mais rodado (146 mil km), mas sempre realizamos uma ótima manutenção, além de ter passado por uma revisão e troca de peças antes da viagem.

No final de semana, antes da viagem, as crianças apresentaram febre na sexta-feira e no sábado. Estavam apenas com febre e não apresentaram nenhum outro sintoma. No entanto, ficamos em alerta sobre a possibilidade de termos que adiar a viagem por alguns dias. Embora com febre, elas estavam bem. Desta forma, fomos terminando de organizar as coisas para a nossa aventura. No domingo a febre cedeu e, como nenhum outro sintoma havia se manifestado e elas estavam super bem, fizemos os preparativos finais. Deste modo, decidimos partir na segunda-feira conforme o planejamento inicial.  Essa febre misteriosa deve ter sido algum tipo de tensão pré-viagem :).

Pretendíamos sair no meio da manhã, mas não conseguimos em função de ter que deixar toda a casa em ordem, carregar o carro, organizar os últimos  detalhes e arrumar as crianças. Bom, quem tem crianças pequenas sabe que em quase toda saída, a embromação está presente. No entanto, não estávamos muito preocupados com o atraso, uma vez que  neste primeiro dia planejamos uma quilometragem baixa, já prevendo os costumeiros atrasos da saída.  Desta forma saímos de casa já no início da tarde, em torno das 13h.

O nosso destino neste primeiro dia de viagem foi Santiago/RS. Nosso percurso foi: Pelotas->(BR392)->Canguçu->Santa Maria->(BR287)->São Pedro do Sul->Palma->Jaguari->Santiago. Percorremos 465km neste dia.

DCIM100GOPRO

Um pouco antes de chegar a Santa Maria, cerca de 20km, o asfalto esta um pouco danificado apresentando algumas imperfeições e buracos.

Em função dos temporais que atingiram o RS e de uma frente fria, o tempo está bem fresquinho e agradável para viajar. O dia estava lindo e ensolarado, sendo um incentivo a mais para uma boa viagem de carro.

A viagem até Santiago transcorreu tranquilamente. Paramos algumas vezes para fazer lanches, ir ao banheiro, esticar as pernas e tirar algumas fotos.

DCIM100GOPRO

DCIM100GOPRO

Fizemos também uma breve parada  na entrada da cidade de Mata/RS, que é uma região de estudos paleontológicos. Por este motivo há uma estátua de dinossauro no seu pórtico.  Desviamos um pouquinho de nosso roteiro original (cerca de 10km) para mostrar o dinossauro para o Felipe e tirar algumas fotos. No entanto, não ficamos mais do que 10 minutos, pois não queríamos  atrasar muito a viagem. Nós já havíamos realizado uma breve visita a esta cidade em outra viagem. Mata é conhecida como “a cidade de pedra que foi madeira”.  Desta forma, há várias esculturas petrificadas.  Veja a nossa visita anterior a essa cidade clicando aqui.

DSC_8378

No pórtico da cidade de Mata/RS

DSC_8380

No pórtico da cidade de Mata/RS

No pórtico da cidade de Mata/RS

No pórtico da cidade de Mata/RS

Chegando a Santiago fomos direto para o Hotel Palace São João, o qual já tínhamos reservado previamente. Este hotel é da Rede Versare e do Grupo Batista.  O hotel é muito confortável, possui estacionamento, wi-fi, um farto café da manhã, ar condicionado e TV LCD. Além disso, há um extremo cuidado com a limpeza do local e o atendimento é muito cordial por parte de todos os seus funcionários. Para as crianças há um pracinha na área externa do hotel. Veja um review sobre o hotel clicando aqui.

Após nos acomodarmos no hotel saímos para jantar.  Comemos na lancheria do Grupo Batista, que fica localizada ao lado do hotel. Além de lanches rápidos, eles servem buffet no almoço e jantar. No mesmo local há uma churrascaria e posto de combustíveis, também do Grupo Batista.

Após o jantar retornamos ao hotel para descansar.

 

Procurando onde se hospedar em Santiago/RS? Clique no logo abaixo e efetue a sua reserva!

 

 

Tem interesse em efetuar uma reserva? Antes de reservar a sua hospedagem utilize os links do Booking do nosso blog ou fanpage e colabore conosco! Não há nenhum acréscimo de valor e nós ganhamos uma pequena comissão por cada reserva efetuada que irá auxiliar na manutenção do nosso blog.

 

Encontre o Viajando de Carro nas redes sociais.

Curta a Fanpage do Viajando de Carro no Facebook e acompanhe as notícias sobre todas as viagens que realizamos de carro.

Nos siga no Instagram @blogviajandodecarro e curta as fotografias que tiramos durante as nossas viagens.

Veja as nossas fotografias no Flickr.

Nos acompanhe no Twiter: @viajedecarro.

,

[Aventura de Outros Viajantes] Viagem de carro realizada por Guilherme, Marília, Maurício e Joana pela Argentina, Chile, Peru e Bolívia

Dando continuidade as postagens de outros viajantes que, assim como nós, adoram colocar os “pneus na estrada” hoje apresentamos o relato da viagem do Guilherme Pegoraro que partiu em uma viagem de carro pela Argentina, Chile, Peru e Bolívia juntamente com os seus amigos Marília Tizziani, Maurício Chaves e Joana Demoliner.

Essa turma de amigos foi incentivada a sair de Erechim/RS por um casal, da mesma cidade, bastante experientes nesse estilo de viagem.

Não deixem de conferir o relato desta aventura que inclui o roteiro, os passeios, uma ideia de custo, as belíssimas fotos, além de muitas outras informações.

Como consequência dessa primeira viagem de carro pela América do Sul, eles já fazem planos para as próximas… Quem se anima a dar esse pontapé inicial já retorna pensando em partir novamente. Não poderia ser diferente… Não é mesmo?

Agradecemos ao Guilherme e seus amigos pela colaboração e disponibilidade em contar como foi a sua viagem para nós e nossos leitores. Temos certeza que servirá de inspiração para muitos!

Viajantes: Guilherme Pegoraro, Marilia Tizziani, Maurício Chaves e Joana Demoliner

Blog: http://tripsulamericana.blogspot.com.br (em atualização)

Período: 28 de agosto a 16 de setembro de 2015 (20 dias)

Local de Partida: Erechim/RS

Quilometragem total: 8.000 km

Países visitados: Argentina, Chile, Peru e Bolívia.

Veículo: Fiesta 1.6, 2013

Objetivo geral: Vivenciar as diversas culturas e os lugares encantadores de uma pequena parte da nossa grande América do Sul;

Objetivo específico: Machu Picchu, San Pedro do Atacama e a misteriosa Bolívia

Objetivo dos objetivos: Pontapé inicial das primeiras de muitas viagens de carro que virão pela frente…

 O relato:

A ideia de partir de carro pela América do Sul sempre nos soou muito encantadora. Seguíamos diversos aventureiros nas redes sociais e tivemos a oportunidade de dividir a experiência dos nossos queridos amigos Felipe Mocelin e Júlia Parenti, também de Erechim/RS, que já se aventuraram em mais de 60.000 km pela América do Sul.

A data definida para o pontapé inicial aconteceu em um dia comum, após alguns chopes na cervejaria Ágape do nosso amigo Valmor Bandiera (um grande incentivador para a nossa viagem), também em Erechim/RS. Sempre tínhamos receio de fazer uma grande viagem assim, em apenas um casal e em um carro. Neste dia os dois casais e quatro grandes amigos: Eu (Guilherme), Marilia, Mauricio e Joana definimos que a viagem sairia em aproximadamente dois meses: dia 28 de agosto de 2015. Em função das circunstâncias conseguimos pegar férias no nosso emprego e planejar a viagem. Após esta data eu e o Maurício dedicamos nossas horas vagas planejando e definindo o roteiro.

Após alguns dias o roteiro e os pontos de interesse foram definidos: Argentina, Chile, Peru e Bolívia.

Roteiro

O tão esperado dia 28 de agosto chegou, e partimos logo a meia noite de quinta para sexta. No primeiro dia saímos de Erechim/RS e fomos até San Salvador de Jujuy/ARG, fazendo 1800km. Tínhamos planejado esta distância, mas não acreditamos que iriamos conseguir fazer tamanha distância em apenas um dia. Mas a adrenalina era tão grande, que fomos revezando no volante, sem cansaço e chegamos em Jujuy/ARG as 20:00 onde ficamos hospedados no Hotel Fenícia no centro da cidade.

No segundo dia partimos cedo, abastecemos e carro e seguimos em direção a cordilheira. A paisagem na estrada sentido Paso de Jama é espetacular e fica mais linda a cada quilometro rodado. Passamos pelas Salinas Grandes onde paramos para tirar algumas fotos. O visual da estrada é incrível e vale a pena fazer este trajeto com calma.

De San Salvador de Jujuy para SPA

De San Salvador de Jujuy para SPA

De San Salvador de Jujuy para SPA

De San Salvador de Jujuy para SPA

Em SPA nos hospedamos no Hostal Puritama. Nos três dias que ficamos no Atacama, fizemos todos os passeios de carro, menos os Gêiseres que fomos com agencia pois, o pessoal das agencias haviam nos orientado que a estrada era muito ruim e não era recomendado ir com carro pequeno. Grande mentira, nos arrependemos de ter ido por agencia, pois chegamos tarde no local, não vimos a maior atividade dos mesmos e foi um verdadeiro perrengue. Em SPA também conhecemos as Lagunas Altiplanicas, Salar de Águas Calientes, Laguna Tuyajto, Vale de la Luna, Termas de Puritama e Geisers del Tatio. Faltaram muitos lugares para conhecer, os quais ficarão para uma próxima viagem.

Salar de Águas Calientes no Chile

Salar de Águas Calientes no Chile

Lagunas Altiplanicas

Lagunas Altiplanicas

Laguna Tuyajto

Laguna Tuyajto

Sentido Paso de Sico em SPA

Sentido Paso de Sico em SPA

De SPA partimos para Tacna/PER, dando uma passadinha na bela cidade de Iquique/CHI, uma cidade portuária de zona franca, onde avistamos o lindo oceano Pacífico. De Tacna/PER partimos no outro dia direto para Arequipa/PER e no mesmo dia já partimos fazer alguns passeios. Conhecemos a famosa Catedral na bela Plaza de Armas, Monastério de Santa Calatina e o Museu da Múmia Juanita. Ficamos apenas uma noite em Arequipa e no outro dia já seguimos sentido Cusco/PER. O centro histórico de Arequipa é muito bonito e o passeio no Monastério de Santa Catalina é indispensável. A chegada em Arequipa assusta um pouco em função do transito e da pobreza da cidade, mas o centro histórico compensa o sofrimento da entrada. Uma dica é fazer o passeio no Monastério de Santa Catalina a noite e auxiliado por um guia, o qual você contrata na entrada.

De Tacna para Arequipa no Peru

De Tacna para Arequipa no Peru

Saímos de Arequipa/PER logo cedo após o café e seguimos para Cusco/PER. A estrada é um pouco sinuosa e sempre aparecem lhamas, cabras e cachorros soltos na pista, os quais exigem uma atenção a mais. Passar por Juliaca/PER também não é coisa fácil e interessante, mas o caminho exige. A cidade de Juliaca/PER é um caos a parte, o transito é impossível de ser compreendido, mas com um pouco de calma e alguns pedidos de informação logo fica claro.

Juliaca, ainda a parte bonita da cidade

Juliaca, ainda a parte bonita da cidade

Em Cusco, ficamos cinco dias e fizemos os passeios de carro: Vale Sagrado, Moray, Salinas de Maras, Centro Histórico de Cusco, Qorikancha, Tambomachay, Sacsayhuamán, Pikillaqta, Oropesa e o tão esperado Machu Picchu. Para o passeio do vale sagrado e o centro histórico vale a pena contratar um guia, pois tem muitas informações que passam despercebidas. Para Machu Picchu, fomos pelo meio convencional: Van de Cusco a Ollantaytambo, trem até Aguas Calientes, e micro-ônibus para subir a Machu Picchu. Em Machu Picchu chegamos cedo e curtimos todo o dia, retornando a pé para Águas Calientes, descendo a íngreme montanha.

IMG_7621

Machu Picchu

De Cusco/PER partimos para Copacabana/BOL. Chegando na Aduana da Bolívia tivemos que esperar mais de três horas pois a fronteira estava fechada para a realização de uma tourada, algo inacreditável. Não imaginamos que pudessem fechar a fronteira de um pais para realizar uma tourada. Porém, Copacabana/BOL foi uma cidade que nos surpreendeu. A rua principal com diversos bares e restaurantes é muito aconchegante com boas opções para diversão, com bares de rock, reggae e muitos gringos.

Marilia aguardando a Aduana do Peru para Bolivia abrir ao fundo, pois estava fechada para uma tourada

Marilia aguardando a Aduana do Peru para Bolivia abrir ao fundo, pois estava fechada para uma tourada

Ficamos mais um dia em Copacabana e depois seguimos para Uyuni/BOL, passando por Potosí/BOL. Em Uyuni pegamos um Apart Hotel. Ficamos duas noites na cidade de Uyuni. O Salar é muito belo, e fizemos o passeio com agencia, por medo de colocar o carro no salar. A cidade de Uyuni, a entrada no salar e basicamente toda a Bolívia são muito sujos, com lixo espalhado por todos os lados, tamanha diferença de cultura.

Mauricio, Joana e Marilia em foto em perspectiva no salar de Uyuni

Mauricio, Joana e Marilia em foto em perspectiva no salar de Uyuni

Guilherme em uma foto com sua cerveja artesanal Bota Amarela em Uyuni

Guilherme em uma foto com sua cerveja artesanal Bota Amarela em Uyuni

Saindo de Uyuni/BOL seguimos para Tilcara/ARG no norte da Argentina. Outra cidade surpreendente com inúmeras opções para entretenimento, muito bela e rústica. De Tilcara/ARG seguimos para Resistencia/ARG, onde dormimos antes de retornar a nossa cidade.

Gastos: Em torno de R$ 4.500 / pessoa. Um conselho é sempre levar a maior quantidade em dólar. Nós levamos poucos dólares e maior quantidade em reais, pois na época que partimos o dólar estava na casa dos R$ 3,80. Em todas as trocas o dólar sempre é mais valorizado e os cambistas sempre pagam da cotação oficial para mais, enquanto o real é sempre para abaixo do oficial.

Bares e Restaurantes Inperdíveis: Calate de Los Verdes (Iquique/CHI): Um pequeno vilarejo de pescadores a 10km de Iquique/CHI de frente para o oceano pacifico com muitas opções de frutos do mar frescos;

La Pica del Índio: Restaurante em San Pedro do Atacama/CHI com culinária típica e ótimo custo benefício (pagamos em torno de 20 reais por pessoa, com entrada, prato principal e sobremesa);

Chela Cabur: Pub de San Pedro do Atacama/CHI com algumas cervejas artesanais e diversão na certa;

Minuteman Revolutionary Pizza: Pizzaria de Uyuni/BOL, fica dentro de uma das avenidas. Sem dúvida a melhor pizza que já comemos na vida. Atendimento e local espetacular.

Documentação: Levamos a Carta Verde, PID, Passaportes e a Carteira de Vacinação Internacional (exigida na Bolívia – Febre Amarela). A Carteira de Vacinação e a PID não nos foi exigida em nenhum momento. Um conselho nosso é ir com passaporte, o qual agiliza um pouco os trâmites em algumas aduanas. No Peru fizemos o seguro SOAT na cidade de Tacna, por algo em torno de 20 soles.

Polícia: Fomos parados inúmeras vezes nas estradas. Sempre que viam que o carro era estrangeiro nos mandavam encostar. Porém, não tivemos nenhum problema com propinas e todos os polícias foram muito legais, sempre prestativos dando informações. O Maurício Chaves estava sempre com um colete estilo do exército e a barba grande, o que acreditamos que possa ter ajudado um pouco nesse sentido hehe. Uma dica é sempre muito gentil com os policias e trocar informações. Eles também têm curiosidade em saber um pouco sobre nosso país, cultura… enfim, conversa fiada!

A viagem foi tão espetacular que não vemos a hora de fazermos a próxima. Nossa idéia voltar o quanto antes para San Pedro do Atacama/CHI, um lugar espetacular pela sua diversidade.

Guilherme Luís Pegoraro

 

Procurando onde se hospedar durante as suas viagens? Clique no logo abaixo e efetue a sua reserva!

 

 

 

Encontre o Viajando de Carro nas redes sociais.

Curta a Fanpage do Viajando de Carro no Facebook e acompanhe as notícias sobre todas as viagens que realizamos de carro.

Nos siga no Instagram @blogviajandodecarro e curta as fotografias que tiramos durante as nossas viagens.

Veja as nossas fotografias no Flickr.

Nos acompanhe no Twiter: @viajedecarro.

,

[Blogagem Coletiva] Descobrindo o Brasil: as viagens que fizemos em família por nosso país

Este post faz parte de uma blogagem coletiva realizada por um grupo de blogueiros que escrevem sobre viagens em família. A proposta da blogagem coletiva é todos escreverem um post sobre um mesmo tema e anexem os links dos posts do demais blogueiros.

Desta vez o tema escolhido foi sobre viagens em família realizadas pelo Brasil. O tema foi escolhido para incentivar viagens pelo nosso país, no intuito de compensar a alta da dólar e euro e mostrar algumas alternativas para as famílias não deixarem de viajar.

Blogagem coletiva

É a segunda vez que participamos de uma blogagem coletiva. Na primeira blogagem que participamos escrevemos sobre as  5 melhores viagens realizadas em família.

Para quem acompanha o nosso blog percebe que não costumamos viajar muito pelo Brasil. Não é por não gostarmos pois, o nosso país é lindo e cheio de belezas naturais (que é o que buscamos quando pensamos em viajar). Mas como gostamos de viajar de carro, moramos relativamente perto da Argentina e Chile, as estradas desses países são mais tranquilas, é mais barato (pelo menos antigamente era BEM mais barato), além da nossa paixão por esses países, acabamos sempre optando por eles quando estamos de férias. Mesmo assim, desde que constituímos uma família fizemos algumas viagens pelo nosso país e neste post vamos relatar quatro viagens que realizamos.

Observação importante: as viagens estão em ordem cronológica e não em ordem de preferência.

  • · Missões no RS

Em 2011, quando o Felipe tinha 6 meses, realizamos uma viagem de carro com duração de 23 dias pelo Brasil, Paraguai e Argentina. Nesta ocasião visitamos as Missões no RS e Foz do Iguaçu no PR. Na região das missões, no Brasil, visitamos o sítio arqueológico de São Miguel em São Miguel das Missões e a cidade de Santo Ângelo. Na região há mais passeios a serem realizados, mas, para conseguir realizá-los com mais calma, é bom ter disponíveis mais dias. Clique aqui para saber mais detalhes sobre a nossa viagem.

Forte de São Miguel.

Forte de São Miguel.

Forte de São Miguel.

Forte de São Miguel.

Gaúchinho no Forte de São Miguel.

Gauchinho no Forte de São Miguel.

Forte de São Miguel.

Forte de São Miguel.

Interior do Forte de São Miguel.

Interior do Forte de São Miguel.

Forte de São Miguel.

Forte de São Miguel.

Catedral de Santo Ângelo.

Catedral de Santo Ângelo.

Felipe se escondendo do frio.

Felipe se escondendo do frio.

Típico gauchito do RS vestido a rigor para enfrentar o inverno do sul.

Típico gauchito do RS vestido a rigor para enfrentar o inverno do sul.

Corredor em Santo Ângelo com os nomes dos fortes.

Corredor em Santo Ângelo com os nomes dos fortes.

 

  • · Foz do Iguaçu

As Cataratas do Iguaçu dispensam maiores apresentações. Consideramos que este é um destino legal para ser visitado em família. Além disso, acreditamos que crianças maiores iriam curtir muito as quedas d’água e, se estiver calor, até mesmo se molhar apreciando a bela paisagem.

O Parque Nacional Iguaçu, no lado brasileiro, possui uma maior organização e infraestrutura. No entanto, para a visitação, não é recomendado a utilização de carrinhos para bebês devido as longas escadarias. Mesmo sem utilizar o carrinho, quando fomos com o Felipe, consideramos um passeio tranquilo. Veja mais sobre a nossa viagem clicando aqui.

Cataratas do Iguaçu - lado brasileiro

Cataratas do Iguaçu – lado brasileiro

Cataratas do Iguaçu - lado brasileiro

Cataratas do Iguaçu – lado brasileiro

Cataratas do Iguaçu - lado brasileiro

Cataratas do Iguaçu – lado brasileiro

Em Foz do Iguaçu também é possível visitar o Parque das Aves, que certamente é um passeio que agrada a toda família. Este parque fica quase em frente as Cataratas, o que possibilita que ambos passeios sejam realizados no mesmo dia. Clique aqui para ver como foi o nosso passeio.

Parque das Aves

Parque das Aves

Parque das Aves

Parque das Aves

Parque das Aves

Parque das Aves

Fomos também no Marco das 3 fronteiras, localizado na união entre os rios Iguaçu e Paraná. Do marco é possível avistar os 3 países: Brasil, Argentina e Paraguai. Neste local, cada país tem um marco com as cores que representam a respectiva nação. Interessante para mostrar a representação dos três países para as crianças maiores.

Marco das 3 fronteiras (Brasil).

Marco das 3 fronteiras (Brasil)

Marco das 3 fronteiras (Brasil).

Marco das 3 fronteiras (Brasil)

Marco das 3 fronteiras (Argentina).

Marco das 3 fronteiras (Argentina)

Marco das 3 fronteiras (Paraguai).

Marco das 3 fronteiras (Paraguai)

Para as crianças maiores um passeio que pode ser muito interessante é a visitar a Usina Hidrolétrica de Itaipú, uma das Sete Maravilhas do mundo moderno. Confira aqui como foi o nosso passeio.

Há mais opções de lugares a serem visitados em Foz do Iguaçu, mas em função do tempo disponível em nosso roteiro foram esses passeios que conseguimos realizar nesta oportunidade.

      · Recife

Fomos em Recife em novembro de 2012, o Felipe ia completar dois anos no mês seguinte. Nesta oportunidade viajamos de avião e ficamos hospedados na casa de minha prima Dóris. Ficamos na cidade durante 9 dias.

Durante a nossa estada visitamos Olinda e algumas praias da região. O que mais gostamos foi a temperatura quentinha das águas, já que aqui no sul a água do mar é muito mais fria.

Durante a nossa estada alugamos um carro e fomos a Porto de Galinhas, Itamaracá, Calhetas, Carneiros e Boa Viagem. A maioria das praias que visitamos possuem águas calmas, propícias para as crianças. Olinda é cheia de ladeiras mas, mesmo assim, é possível fazer diversos passeios com os pequenos. Apesar das subidas íngrimes, nós levamos o carrinho e usamos em várias ocasiões.

DSC_7684

Centro histórico de Recife

DSC_7740

Recife

DSC_8136

Praia da Boa Viagem

DSC_8256

Praia da Boa Viagem

DSC_8340

Praia da Boa Viagem

DSC_7758

Porto de Galinhas

DSC_7802

Porto de Galinhas

DSC_7813

Porto de Galinhas

DSC_8045

Porto de Galinhas

DSC_8096

Brincando na areia em Calhetas

DSC_8087

Calhetas – uma praia linda. Adoramos!

DSC_8487

Itamaracá

DSC_8500

Itamaracá – agúa morna, rasa e calminha. Ótima para os pequenos!

DSC_8529

Pôr do sol em Itamaracá

DSC_7997

Brincando na praia de Carneiros

DSC_8025

Brincando na praia de Carneiros

DSC_7889

Passeando em Olinda

DSC_7898

Passeando em Olinda

DSC_7882

Passeando em Olinda

 

       · Minas de Camaquã/RS

Incluímos esse destino porque fomos em 2013 e adoramos o lugar. Ficamos loucos para voltar em outra oportunidade com mais tempo para poder aproveitar melhor as belezas naturais da região.

Minas do Camaquã é um distrito de Caçapava do Sul, distante 73 quilômetros da cidade. O acesso é pela BR 392, inicialmente, em seguida deve-se entrar na BR 153, no Km 506 dobrar à esquerda na RS 625. Localizada a 8 quilômetros das Guaritas. Todo o trecho da RS 625 (24km) é feito em estrada de terra.

Pode-se entrar na RS 625 diretamente pela BR 392, mas esse trecho da RS 625 (também em estrada de terra) normalmente está em condições piores, pois há muitas pedras.

Como esse é um destino possivelmente desconhecido, quando comparado aos outros citados neste post, vamos fazer uma breve introdução sobre o local.

Minas do Camaquã é ótimo para quem procura descanso e fuga da correria do dia-a-dia. Além disso, tem paisagens belíssimas e é um ótimo destino para quem está em busca de turismo de aventura.

Nós fomos em 2013 e a infraestrutura para a prática de esportes ainda estava bastante precária. Havia uma empresa responsável por realizar os passeios e atividades de esporte e aventura, a qual estava investindo alto na região e acreditamos que atualmente o local já tenha evoluído muito neste quesito. Mesmo assim, fomos muito bem recebidos pelos guias turísticos. Ficamos encantados com as belezas naturais e atividades que podem ser realizadas na região.

Na época, muitas atividades ainda não estavam sendo realizadas. Hoje em dia estão disponíveis diversas modalidades de esportes. A tirolesa, por exemplo, faz um grande sucesso entre os visitantes.

Consideramos um bom lugar para passear em família, curtir a natureza e fazer algumas atividades com os pequenos. Quando fomos, o Felipe estava com 2 anos e a Rosângela estava grávida da Isabela. Mesmo assim realizamos pequenas trilhas, subida no Morro da Cruz, nas Guaritas e visitação à área industrial das minas. Nós adoramos!

DSC_9549

Subida ao Morro da Cruz

DSC_9581

Subida ao Morro da Cruz

DSC_9600

Guia dando uma força para carregar o Felipe

DSC_9608

Observando a natureza

DSC_9623

Represa

DSC_9621

Minas do Camaquã

 

DSC_9516

Antigo cinema – Estilo velho oeste

DSC_9740

Fazendo trilha

DSC_9745

Imagens durante a trilha

 

Os encantos da localidade serviram de cenário para as filmagens da série Animal (Canal GNT) em 2014 e do filme Valsa Para Bruno Stein, em 2007.

 

DSC_9661

Subida ao morro das Guaritas

DSC_9674

Subida ao morro das Guaritas

DSC_9708

Vista de cima do morro

DSC_9730

Descendo o morro

DSC_9738

Centro cultural Bruno Stein – casa que serviu de cenário para o filme Valsa para Bruno Stein

 

Esse distrito surgiu em 1965 com a descoberta de uma mina de cobre. Atualmente a mina está desativada e é uma das principais atrações da região. Pode-se fazer uma visita guiada a grande mina a céu aberto, localizada na área industrial. As visitações ocorrem somente de forma guiada com a contratação do passeio junto a empresa responsável.

 

DSC_9498

Visitação às minas

DSC_9435

Visitação às minas

DSC_9495

Mina a céu aberto

DSC_9422

Se divertindo!

DSC_9785

Uma típica imagem dos pampas gaúchos

 

Veja abaixo links dos demais blogueiros que participaram da blogagem coletiva Descobrindo o Brasil com crianças.

1. Trilhas e Cantos: 

http://www.trilhasecantos.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-descobrindo-o-brasil.html

Serra da Canastra, São Miguel do Gostoso, Rota Ecológica, Serra Catarinense e Litoral Norte de SP

2. E aí, Férias!:

http://www.eaiferias.com/2015/10/bc-descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

Beach Park, Portobello Resort & Safari, Vassouras Eco Resort, Sul de Minas

3. Rodando pelo Ceará:

http://www.rodandopeloceara.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-descobrindo-o-brasil.html

Trilha Ecológica em Icapuí, Museu Brinquedim, Piscinas Naturais em Guajiru, Guaramiranga e Engenhoca Ecoparque

4. Malas e Panelas:http://malasepanelas.com/descobrindo-o-brasil-com-criancas

Arraial d’Ajuda, Florianópolis, Cambará do Sul, Cruzeiro na costa brasileira e Gramado/Canela

5. Felipe, o pequeno viajante:http://www.felipeopequenoviajante.com/2015/10/as-melhores-viagens-com-criancas-no-brasil.html

Gramado e Canela, Litoral da Bahia, Fernando de Noronha, Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro

6. Viajando com Palavras: http://viajandocompalavras.com/2015/10/18/blogagem-coletiva-descobrindo-brasil-criancas-destinos-nacionais/

Gramado, Paraty, Praia dos Carneiros, Cabo Frio, Belém

7. Viajando em familia: http://www.viajandoemfamilia.com.br/blogagem-coletiva-5-destinos-top-no-brasil-com-criancas/

Fortaleza, Caldas Novas, Foz do Iguaçu, Beto Carreiro e Salvador

8. Viagens que Sonhamos: http://www.viagensquesonhamos.com.br/2015/10/destinos-para-viajar-com-as-criancas.html

Gramado e Canela, Santa Catarina com Beto Carrero, litoral norte de Alagoas, Praia do Forte e Porto de Galinhas

9. Viajo Com Filhos: http://viajocomfilhos.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-blogagem-coletiva/

Taipu de Fora, Bonito, Bombinhas, Pipa, Amazônia

10. Malas & malinhas: http://malasemalinhas.com.br/2015/10/17/viagem-com-crianca-no-brasil/

Morro de Sao Paulo, Chapada Diamantina, Cidades Históricas de Minas Gerais, Fortaleza e Foz do Iguaçu

11. Cantinho de Ná: http://cantinhodena.com.br/viajando-com-a…as-pelo-brasil/

Salvador, Praia de Forte, Fortaleza, Tibau do Sul e Pipa.

12. Carregando Malinhas: http://carregandomalinhas.com.br/5-destinos-para-descobrir-o-brasil-com-criancas/

Gramado e Canela, Ilha Grande, Lumiar/Mury/São Pedro da Serra,  Arraial do Cabo e Vitória e Vila Velha.

13 – Viajante em Tempo Integral: http://www.tempointegralblog.com/brasil-com-criancas/São Paulo, Rio de Janeiro, Gramado, Florianópolis, Natal

14 –  Viagem Simplesmentehttp://www.viagemsimplesmente.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

Bonito, Genipabú, Maceió, Rio de Janeiro e Foz do Iguaçú.

15-Os Caminhanteshttp://oscaminhantes.com/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

Chapada Diamantina, Chapada dos Veadeiros, Passa Quatro, Nobres e Pq. Estadual Intervales

16- Viajar hei: http://www.viajarhei.com/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

Gramado e Canela, Foz do Iguaçu, Balneário Camboriú, Porto Seguro, Chapada dos Veadeiros

17- Passeiorama: http://passeiorama.blogspot.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-descobrindo-o-brasil.html

Rio, Piauí, Curitiba, Maragogi, João Pessoa

18- Baianos no Polo Norte: http://baianosnopolonorte.com/blogosfera/descobrindo-o-brasil-com-criancas/

Salvador, Praia do Forte, Mangue Seco, Península de Maraú e Boipeba

19 – Mezzo Mondo: http://www.mezzomondo.com.br/descobrindo-o-brasil-com-criancas/

Fernando de Noronha, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul

20 – Vida de Viajete: http://vidadeviajete.com/lugar-para-viajar-com-crianca-no-brasil/

Mangue Seco, Campos do Jordão, Aracaju, Foz do Iguaçu, Gramado

21- Dicas da Rege: http://dicasdarege.com/2015/10/18/viajando-com-criancas-pelo-brasil/

Florianópolis, Gramado, Balneário Camboriú

22 – Para a Disney e Alémhttp://www.paraadisneyealem.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-top-5-destinos.html

Teresópolis, Alfenas, Itupeva, Penedo, São Paulo

23. Dias viajando por aí: http://diasviajandoporai.blogspot.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

Conservatória, Campos do Jordão, Serra Gaúcha, São Miguel do Gostoso e Galinhos

24. Ir, Ver e Viver o Mundo: http://www.irvereviver.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

Pelotas, Lages e Serra Catarinense, Florianópolis, Morretes e Ilha do Mel

25. Diario de Viagem: http://www.diariodeviagem.com/photo/destinos-sul-brasil-com-criancas/

Governador Celso Ramos, Mariscal, Beto Carreiro, São Paulo e Foz do Iguaçu

26. Família Viagem: http://www.familiaviagem.com.br/2015/10/19/blogagem-coletiva-descobrindo-o-brasil-com-criancas/

Beach Park Resort (Aquiraz/CE), Curitiba (PR), Itú (SP), Olímpia (SP) e São Paulo (SP)

27 – Desempilhadoshttp://www.desempilhados.com/2015/10/top-5-destinos-nacionais-descobrindo-sao-paulo-com-crianca-museu-mis-brasileira-restaurante-comer-roteiro.html

Roteiro em São Paulo

Encontre o Viajando de Carro nas redes sociais.

Curta a Fanpage do Viajando de Carro no Facebook e acompanhe as notícias sobre todas as viagens que realizamos de carro.

Nos siga no Instagram @blogviajandodecarro e curta as fotografias que tiramos durante as nossas viagens.

Veja as nossas fotografias no Flickr.

Nos acompanhe no Twiter: @viajedecarro.

 

Visitando a Família na Estrada

Foi por meio do nosso blog que conhecemos o Jocemar, Adriana, Julia e Miguel, integrantes da Família na Estrada. Eles nos contam que, após conhecerem o nosso blog, foram incentivados e começaram a realizar viagens de carro pela América do Sul.

No entanto, eles não se contentaram somente com o nosso continente e decidiram desbravar o mundo a bordo do Papa-Léguas. Sim, desbravar o mundo de carro e com os dois filhos pequenos, na época com 1 ano e 9 meses (Miguel) e 2 anos e 9 meses (Júlia). Durante essa grande aventura, visitaram 63 países durante 20 meses de viagem, percorrendo 107 mil km. Eles retornaram em fevereiro de 2014.

Você pode ver um pouco mais sobre a aventura da Família na Estrada aqui, na fanpage e no site da família.

Família na Estrada e Família Viajando de Carro com Papa-Léguas

Família na Estrada e Família Viajando de Carro com Papa-Léguas

No interior do Papa-Léguas

No interior do Papa-Léguas

No interior do Papa-Léguas

No interior do Papa-Léguas

Há bastante tempo temos mantido contato com eles e estávamos tentando marcar o encontro das famílias. Mas, por um motivo ou outro, ainda não tinha sido possível.

No retorno da viagem de volta ao mundo da Família na Estrada, estava combinado para eles passarem por nossa casa, em Pelotas/RS, pois nossa cidade fazia parte do seu roteiro. Mas, infelizmente, a chegada do carro deles, na Argentina, atrasou vários dias e, quando eles passaram por nossa cidade, estávamos viajando.

Depois disso, tentamos marcar em outras oportunidades, mas também não foi possível. No entanto, felizmente, no feriado de 12 de outubro de 2015, as datas coincidiram e conseguimos finalmente fazer esse encontro das duas famílias viajantes. Para isto nós viajamos até a cidade de Brusque/SC para passar o feriadão do dia de Nossa Senhora Aparecida na casa da Família na Estrada.

Conversando sobre viagens

Conversando sobre viagens

Comendo geladinho no balanço

Comendo geladinho no balanço

No escorregador

No escorregador

Brincando no castelinho

Brincando no castelinho

As meninas!

As meninas!

Júlia!

Júlia!

Os meninos!

Os meninos!

Os homens aranha!

Os homens aranha!

Isabela que ama demais um escorregador!

Isabela que ama demais um escorregador!

Foi um encontro muito especial, principalmente se levarmos em consideração o fato de parecer que já nos conhecíamos pessoalmente há muito tempo. Isso possivelmente se deve a nossa grande afinidade, interesses em comum e ao fato de acompanharmos, mutuamente, as aventuras de nossas famílias.

Não precisamos dizer que o assunto principal de nossas conversas foi sobre viagens de carro, destinos, documentação e, é claro, a troca de figurinhas sobre as nossas experiências. As crianças, de um modo geral, se deram bem e tiveram oportunidade de brincar muito.

Fomos muito bem recebidos pela família Tomasi, a qual é muito hospitaleira. Durante esses dias fomos na 30ª Fenarreco – Festa Nacional do Marreco, uma festa tradicional da cidade de Brusque/SC.

30ª Fenarreco

30ª Fenarreco

As crianças

As crianças

As mulheres junto com a Luciana, irmã do Joce

As mulheres junto com a Luciana, irmã do Joce

Os homens junto com o Francisco, cunhado do Joce

Os homens junto com o Francisco, cunhado do Joce

As crianças com os chapéuzinhos dos alemães

As crianças com os chapéuzinhos dos alemães

Com o chapéu do tio Francisco

Com o chapéu do tio Francisco

Nós!

Nós!

O buffet maravilhoso da Fenarreco

O buffet delicioso da Fenarreco

O buffet maravilhoso da Fenarreco

O buffet delicioso da Fenarreco

O buffet maravilhoso da Fenarreco

O buffet delicioso da Fenarreco

Salão do buffet

Salão do buffet

As famílias

As famílias

A banda

A banda

 

No Dia das Crianças, ainda conseguimos realizar um agradável piquenique no Parque das Esculturas, onde as crianças finalizaram a tarde brincando no parquinho.

 

Piquenique no Parque das Esculturas

Piquenique no Parque das Esculturas

Passeando no Parque das Esculturas

Passeando no Parque das Esculturas

Uma agradável tarde do parque

Uma agradável tarde do parque

Parque da Esculturas

Parque da Esculturas

Os meninos no parquinho

Os meninos no parquinho

Júlia brincando

Júlia brincando

Isabela feliz após escorregar

Isabela feliz após escorregar

 

Para encerrar a nossa estada com chave de ouro, o Jocemar organizou um luau, onde comemos uma carne na brasa, com direito a fogueira e serenata na beira da piscina. Dá para querer mais?

Luau da Família na Estrada!

Luau da Família na Estrada!

 

Foi uma experiência muito legal e esperamos continuar nos encontrando, de forma presencial, em outras oportunidades. Também iremos acompanhar e apoiar as futuras viagens da Família na Estrada.

 

Procurando onde se hospedar em Brusque? Clique no logo abaixo e efetue a sua reserva!

 

 

 

Encontre o Viajando de Carro nas redes sociais.

Curta a Fanpage do Viajando de Carro no Facebook e acompanhe as notícias sobre todas as viagens que realizamos de carro.

Nos siga no Instagram @blogviajandodecarro e curta as fotografias que tiramos durante as nossas viagens.

Veja as nossas fotografias no Flickr.

Nos acompanhe no Twiter: @viajedecarro.

Ruta S-287 em direção ao Araucarias Ski & Lodging

Dia 19 (27/02/14) – Temuco/Chile –> Parque Nacional Conguillío

Hoje nos programamos para ir novamente ao Parque Nacional Conguillío. Na nossa viagem realizada em 2009 já tínhamos feito uma tentativa de visitar o parque, no entanto, 2 meses antes de irmos o vulcão Llaima tinha entrado em erupção, deixando a estrada interrompida. Dessa forma não foi possível chegar ao parque. Mesmo assim, o passeio anterior valeu muito a pena em função das belas paisagens do vulcão Llaima e campos verdinhos que contemplamos pelo caminho. Veja mais detalhes aqui.

Desta vez fomos até o parque por outro acesso, seguindo pela ruta S-31, passando por Arquenco, Vilcún e Cherquenco. A distância de Temuco até o parque é de 68km.

Coisas do interior

Coisas do interior

Alerta!

Alerta!

Vamos para o Parque!

Vamos para o Parque!

Semáforo de alerta vulcânico

Semáforo de alerta vulcânico

Paramos em Cherchenco para almoçar. Comemos em uma das poucas opções da cidade, na cafeteria Vista La Llaima localizada na Plaza Mendoza e Constitucion.

Seguimos então pela ruta S-31 até o Refúgio Llaima, distante 22km de Cherchenco. Destes, 16km são em rípio. Não havia ninguém controlando o acesso a esta parte do parque. É possível entrar, mas não é cobrada a entrada e não há guardaparques.

Ruta S-31

Ruta S-31

Ruta S-31

Ruta S-31

Do refúgio, que é um hotel abandonado, é possível avistar o vulcão Llaima. No local há um grande derramamento de lava petrificada, proveniente das últimas erupções deste vulcão.

Refúgio Llaima

Refúgio Llaima

Lava ao redor do refúgio Llaima

Lava ao redor do refúgio Llaima

Lava ao redor do refúgio Llaima

Lava ao redor do refúgio Llaima

Rio de lava petrificada (vulcão Llaima ao fundo)

Rio de lava petrificada (vulcão Llaima ao fundo)

Rio de lava petrificada (vulcão Llaima ao fundo)

Rio de lava petrificada (vulcão Llaima ao fundo)

Refúgio Llaima

Refúgio Llaima

Refúgio Llaima

Refúgio Llaima

Refúgio Llaima

Refúgio Llaima

Depois de tirarmos algumas fotos, retornamos 4km pela ruta S-31 até a bifurcação com a ruta S-287, pela qual se vai até o Araucarias Ski & Lodging. Da bifurcação até o centro são 6km em rípio, sendo que 3km estão em estado ruim. No Centro de Ski, que estava fechado, havia apenas algumas pessoas trabalhando na conservação do local. Não havia recepção de visitantes, pois estava fora de temporada. Os funcionários nem se importaram com a nossa presença e tão pouco vieram nos recepcionar. Além de nós, havia mais um carro de visitantes.

Ruta S-287 em direção ao Araucarias Ski & Lodging

Ruta S-287 em direção ao Araucarias Ski & Lodging

Araucarias Ski & Lodging

Araucarias Ski & Lodging

Teleférico no Araucarias Ski & Lodging

Teleférico no Araucarias Ski & Lodging

Araucarias Ski & Lodging

Araucarias Ski & Lodging

Isabela aproveitando o passeio

Isabela aproveitando o passeio

Rípio em condições ruins na ruta S-287 (últimos 3km antes de chegar no Araucarias Ski & Lodging)

Rípio em condições ruins na ruta S-287 (últimos 3km antes de chegar no Araucarias Ski & Lodging)

Pretendíamos ir até o Lago Conguíllio, mas já estava ficando tarde e resolvemos retornar para a Temuco pelas rutas S-287 e S-31.

Chegando em Temuco aproveitamos para fazer a troca do óleo do carro. Em seguida fomos jantar no shopping e depois retornamos ao hotel para descansar.

Ruta S-31

Fazendo a troca de óleo em Temuco

Fazendo a troca de óleo em Temuco

Parque em Temuco/Chile

Centro de Temuco/Chile

Centro de Temuco/Chile

Centro de Temuco/Chile

Centro de Temuco/Chile

Centro de Temuco/Chile

Centro de Temuco/Chile

Onde estamos: Temuco/Chile

Onde estamos: Temuco/Chile

 

 

Procurando onde se hospedar em Temuco? Clique no logo abaixo e efetue a sua reserva!

 

 

 

Encontre o Viajando de Carro nas redes sociais.

Curta a Fanpage do Viajando de Carro no Facebook e acompanhe as notícias sobre todas as viagens que realizamos de carro.

Nos siga no Instagram @blogviajandodecarro e curta as fotografias que tiramos durante as nossas viagens.

Veja as nossas fotografias no Flickr.

Nos acompanhe no Twiter: @viajedecarro.