Dia 03 – 04/01/2012 (Bahia Blanca/Argentina –> Puerto Madryn/Argentina)

 

Saída: Bahia Blanca / Argentina – Km 1645 (11:00h)
Chegada: Puerto Madryn / Argentina – Km 2370 (22:00h)
Distância: 725Km 

(OBS: Não temos fotos dos primeiros 3 dias do diário, pois nosso notebook foi furtado na viagem.)

Descansamos bastante durante à noite e saímos de Bahia Blanca com destino a Puerto Madryn por volta das 11h.

Para seguir até Puerto Madryn, partindo de Bahia Blanca, segue-se pela ruta 3. Entre as 2 cidades, passa-se por Mayor Buratovich, Pedro Luro, Viedma, San Antonio Oeste e Sierra Grande.

A viagem foi bastante tranquila, embora estivesse muito calor. Viva ao ar condicionado do carro! Sem ele, a viagem de hoje certamente seria desgastante e pouco prazerosa.

Passamos por paisagens áridas e as estradas estavam pouquíssimo movimentadas. Neste trajeto, vários postos estavam sem combustíveis. Conseguimos abastecer somente em Viedma e Sierra Grande.

Passamos por três barreiras de controle fitossanitário. Na primeira precisamos pagar uma taxa de P$A6,00. Em todas as barreiras o carro foi brevemente revistado. Nesta região procure não trafegar com frutas, vegetais, carnes e derivados para evitar maiores transtornos.

A partir de Puerto Madryn os dias já começam a ficar mais longos, onde começa a anoitecer às 22:30h (levando em consideração o horário brasileiro de verão).

Chegamos em Puerto Madryn por volta das 21:30h, abastecemos o carro e fomos procurar um posto de informações turísticas. A Secretaria de Turismo (pertence a Municipalidad de Puerto Madryn) fica  na avenida principal, localizada à beira-mar (Av. Julio A. Roca, 223 – fone:  +54 0280 – 4453504 / 4456067 – e-mail: informes@madryn.gov.ar). Fomos muito bem atendidos e recebemos diversas dicas sobre passeios e hospedagem.

Em seguida fomos em busca de uma hospedagem. Depois de perder um pouco de tempo procurando algum lugar com um bom custo/benefício, resolvemos nos hospedar na hosteria Los Troncos. Negociamos o preço com o proprietário do local e ficamos hospedados em uma cabana com cozinha, banheiro, sala e capacidade para várias pessoas (chamada de departamento).  A hosteria Los Troncos é muito boa e possui um bom custo-benefício, principalmente quando comparada com outras opções da cidade. O ambiente é muito agradável e o proprietário muito atencioso. Para quem se hospeda nos quartos convencionais, a hosteria oferece frigobar, ar condicionado, wi-fi e café da manhã. Há também uma cozinha completa com churrasqueira em uma área comum para todos os hóspedes, onde é possível fazer suas próprias refeições. Há estacionamento fechado para somente 2 carros. Tivemos que estacionar na rua, porém a cidade é bastante segura. A hosteria fica localizada longe do centro, porém nas redondezas há pizzaria (não é possível comer no local), rotiseria (não é possível comer no local), padaria e mercado.

Ir para o próximo dia.

Dia 02 – 03/01/2012 (Buenos Aires/Argentina –> Bahia Blanca/Argentina)

 

Saída: Buenos Aires / Argentina – Km 743 (10:40h)
Chegada: Bahia Blanca / Argentina – Km 1641 (0:30h)
Distância: 898Km 

(OBS: Não temos fotos dos primeiros 3 dias do diário, pois nosso notebook foi furtado na viagem)

Após tirarmos dinheiro em um caixa eletrônico, seguimos em direção a Bahia Blanca. Saímos de Buenos Aires por voltas das 10:40h.

Nossa rota até Bahia Blanca é um pouco mais longa, pois resolvemos passar por Mar del Plata para conhecê-la rapidamente. Para chegar a Bahia Blanca, partindo de Buenos Aires, pega-se a ruta RP2 até Mar del Plata. Depois segue-se pela ruta RP11 até Miramar. Segue-se pela RP77 e entra-se na RP88 à esquerda, seguindo até Necochea. A partir daí pega-se a RN288, passando por Energía, até Tres Arroyos. Pega-se então a RN3 ao sul, passando por Coronel Dorrego, até Bahia Blanca.

De Buenos Aires a Mar del Plata, a ruta RP2 está toda duplicada e em bom estado.  Há policiamento a cada 30Km, porém não fomos parados em nenhum momento. Há vários postos de combustíveis neste trecho da viagem, onde também passamos por cinco praças de pedágio. Pagamos PA$3,00 por 3 deles e PA$15,00 pelos outros 2.

Alguns quilômetros antes de chegar a Mar del Plata há um parque aquático chamado Aquasol, localizado à beira da ruta RP2. Além do parque aquático, tem também o Aquarium, que é um oceanário com várias atrações (entre elas, shows com golfinhos e lobos marinhos). Deve valer a pena uma visita em ambos os lugares! Como não estava em nosso planejamento, tivemos que deixar para uma próxima viagem. O nosso bebê ainda não reivindica passeios propícios para crianças, mas em seguida que for crescendo, vamos ter que planejar passeios para agradar a todos os membros da família. Estes dois lugares em Mar del Plata parecem ser bem legais e interessantes para as crianças.

Passamos rapidamente por Mar del Plata para conhecê-la. O dia estava lindo, quente e ensolarado e a cidade estava lotada. Todas as suas belas praias estavam cheias de banhistas. Paramos em uma avenida para apreciar a linda paisagem de uma de suas praias, a qual estava da cor do verão com o colorido dos guarda-sóis na areia, em contraste com o azul do céu ensolarado e do mar.  Após alguns minutos seguimos viagem.

Tivemos dificuldades de abastecer o carro devido a falta de gasolina nos postos de combustíveis. Em Mar del Plata, nos primeiros postos que fomos, não havia combustível, mas nos foi indicado um posto da rede ACA na cidade de Miramar onde conseguimos abastecer e seguir viagem.

Após Mar del Plata, entre as cidades de Miramar e Tres Arroyos há muitos campos com plantações de girassóis. A rodovia é bem movimentada com caminhões, bitrens e máquinas agrícolas. Devido a estes veículos tivemos que andar mais devagar.

A ruta 3 está em bom estado e com movimento médio de veículos.

Chegamos a Bahia Blanca bem tarde e fomos direto ao Hotel Chiclana, onde já havíamos nos hospedado previamente devido ao seu bom custo-benefício.  Nossa surpresa é que o valor do hotel aumentou consideravelmente o que diminuiu bastante o seu custo-benefício. Nos hospedamos neste hotel mesmo, pois além de já ser muito tarde, estávamos muito cansados para procurar um hotel melhor.

Ir para o próximo dia.

Dia 01 – 02/01/2012 (Pelotas/Brasil –> Buenos Aires/Argentina)

Saída: Pelotas / Brasil – Km 0 (9:00h)
Chegada: Pelotas / Brasil – Km 743 (1:30h)
Distância: 743Km 

(OBS: * Os horários que citarmos durante todos os textos serão sempre relacionados aos horários do Brasil.
* Não temos fotos dos primeiros 3 dias do diário, pois nosso notebook foi furtado na viagem)

Hoje iniciamos a viagem dos nossos sonhos rumo ao fim do mundo!! Ushuaia aí vamos nós!

Após alguns meses de preparativos, enfim chegou o grande dia: colocaremos o carro na estrada para percor mais de 10 mil Km, passando por lugares como Península Valdés, Glaciar Perito Moreno e Torres del Paine, conforme previsto em nosso roteiro.

Nesta viagem o nosso guerreiro carro Prisma, companheiro de todas as nossas viagens pela América do Sul, atingirá os seus 100 mil Km muito bem rodados. Após estar revisado e estando tudo em conformidade, ele está pronto para outra!

Nosso pequeno viajante Felipe, obviamente, nos acompanhará em sua segunda viagem de carro pela América do Sul. Aos 6 meses ele foi conosco a Argentina, Uruguai e Paraguai. Agora com um ano conhecerá mais um país: o Chile. Para viajar com o bebê o ritmo da viagem muda bastante. Tudo tem que ser feito pensando no pequeno: roteiro, hospedagem, alimentação, lugares a visitar e passeios a fazer. Contudo, a sua companhia compensa todas as adequações que faremos pensando única e exclusivamente em seu bem estar.  Em nossa viagem anterior o Felipe se comportou muito bem, esperamos que nesta ele se adapte e possa curtir e aproveitar a viagem.

Para viajar com crianças, e principalmente bebês, precisamos de bastante planejamento, pois não podemos esquecer de nada. Bebês precisam de muitas coisas e qualquer detalhe que seja esquecido pode causar algum transtorno, o qual pode ser evitado com um bom planejamento e organização. Fazer uma lista de tudo que as crianças precisam é um bom começo, assim como organizar os itens necessários com alguns dias de antecedência, o que ajuda para que nada seja esquecido.

Nesta viagem o bebê conforto foi substituído por uma cadeira de zero a 25Kg. A nova cadeira automotiva é a Neo Matrix da Burigotto. É uma cadeira que parece ser bastante confortável, além de ser reclinável, função que nos parece bem importante para quem viaja bastante. A possibilidade de recliná-la permite que a criança possa dormir e descansar em uma posição mais adequada. Começamos a utilizar esta cadeirinha um mês antes da viagem. O Felipe parece estar gostando bastante, pois além de ser confortável, fica em uma posição mais elevada do que o bebê conforto, permitindo que ele possa admirar as paisagens olhando pela janela lateral do carro. Agora a cadeira fica de frente para o pára-brisas do carro, permitindo o Felipe possa enxergar quem está dirigindo.

Clique aqui para maiores informações sobre esta cadeira automotiva, assim como demais dicas sobre viagens de carro com crianças.

Saímos de Pelotas por volta das 9h da manhã com destino a Colonia del Sacramento no Uruguai, onde iríamos pegar o Buquebus até Buenos Aires.
Para seguir até Buenos Aires, partindo de Pelotas, deve-se pegar a BR116 até Jaguarão. Em Jaguarão deve-se atravessar a Ponte Internacional Barão de Mauá até Rio Branco. A partir daí deve-se pegar a RN26 até o encontro com a RD18, onde deve-se entrar à esquerda. Segue-se pela RN18, passando por Vergara, até Treinta Y Tres. Então pega-se a ruta RN8, passando por Jose Pedro Varela, La Mariscala, Minas e Pando. Próximo a Montevideo pega-se a RD102, que é uma rodovia que contorna esta cidade, sem necessitar passar pelo centro. Pouco mais adiante pega-se a ruta RN5 (à esquerda) até a RN1, neste trecho a rodovia corta um dos bairros da cidade. Segue-se pela RN1 (toda duplicada em estado muito bom) até Colonia del Sacramento. No final da RN1 está o Buquebus, que é o ferry que permite a travessia até Buenos Aires.

Na aduana para a entrada no Uruguai (localizada na ruta RN26, na saída de Rio Branco), os trâmites ocorreram tranquilamente e demoraram cerca de 15 minutos. O carro não foi revistado e a carta verde não foi solicitada.

A BR 116 entre Pelotas a Jaguarão está em estado muito bom. Neste trecho há um pedágio que custa R$8,40. Entre Rio Branco e Montevideo todas as estradas estão em bom estado. Entre Montevideo e Colonia a ruta 1 está totalmente duplicada e em estado muito bom. Entre Rio Branco e Colonia del Sacramento passamos por quatro pedágios: um 20km antes de Treinta y Tres, outro 17km antes de Pando, outro 20km após Montevideo e outro 70km antes de Colonia. Cada pedágio custou P$U50,00 (pesos uruguaios).

O dia estava muito bonito, ensolarado e fazia bastante calor. A viagem até Colonia foi bastante tranquila. Após a cidade de Treinta y Tres há belas paisagens durante todo o percurso. Chegamos em Colonia a tempo de pegar o Buquebus das 20:30h, porém estava lotado. Tivemos que aguardar até às 23:30, horário no qual já havíamos comprado as passagens pela internet.

O Felipe se comportou muito bem durante este primeiro dia de viagem. Foram mais de dez horas no carro, mas ele se adaptou bem. Passou boa parte do tempo dormindo e apenas nos quilômetros finais colocamos alguns vídeos para distraí-lo. Tomara que continue assim no restante do percurso, que por sinal é bem longo!

Enquanto aguardávamos a hora do embarque no Buquebus fomos passear pela cidade. A cidade de Colonia del Sacramento é linda e tem um belíssimo centro histórico. Colonia com certeza merece ser visitada. Em outra oportunidade a colocaremos no roteiro com tempo adequado para conhecê-la e apreciar melhor os seus atrativos turísticos. Como era a tardinha fomos contemplar o pôr-do-sol na beira do rio La Plata, onde tiramos belas fotos. Após rápido passeio pelo centro histórico fomos jantar.  Depois fomos fazer o embarque no Buquebus.

O check-in e os trâmites para saída do Uruguai e entrada na Argentina foram rápidos e duraram em torno de 15 minutos. Mesmo assim, recomendamos chegar com uma hora de antecedência para fazer o check-in e os trâmites com as aduanas dos dois países, pois no caso de algum problema, tem-se problema para resolvê-lo. Deve-se também levar impressa o comprovante com os dados referente a compra das passagens.

Após o embarque, houve um atraso de uma hora na saída do Buquebus e chegamos a Buenos Aires somente às 01:30h da madrugada. Felizmente já tínhamos reserva em um hotel (Cibeles Hotel) feita previamente no site Booking.com.  Durante o trajeto do Buquebus o Felipe esteva bem agitado. Após viajar o dia inteiro, pegar o Buquebus tarde da noite e ainda termos que esperar por uma hora a mais do previsto, ele só podia ficar incomodado e bastante cansado.

Chegando no hotel, a primeira impressão do atendimento do funcionário que nos recepcionou, assim como a aparência da recepção do hotel, não foram as melhores. No entanto os quartos se mostraram bons, assim como apresentados no site Booking.com. O hotel oferece acomodações com TV LCD, wi-fi, ar condicionado, café da manhã servido no quarto (deve ser solicitado) e estacionamento, ao lado do hotel, o qual deve ser pago a parte.

Ir para o próximo dia.